quinta-feira, 20 de agosto de 2009

Sinais de Uma Vida Genuína com Jesus


2 Co 5.17-21

Antes os “crentes” eram fáceis de serem identificados na sociedade. Agora, vivemos tempos de paradoxos.

Os crentes estão alegres com o crescimento do número de evangélicos. Mas, o que é ser evangélico?

O cristão precisa ter identidade. A Palavra de Deus nos adverte sobre:

1) Gente que está vivendo o poder do Reino, mas não é do Reino - MT 7:21-23 - Falsos Profetas.

2) Gente que conhece e guarda os princípios do Reino, mas não é do Reino –MT 19:16 –22 - O Jovem Rico.

3) Gente que está desfrutando da fresta do Reino, mas não é do Reino – Mt 22.1-14 – Parábola das Bodas / Veste Nupcial.

Em 2 Co 5.17-21 encontramos uma condicional (“Se alguém está em Cristo...”) seguido de características que servirão para nossa alto avaliação:

I- A Transformação

“... é nova criatura...”

Transformação – sinal de uma genuína vida com Jesus. Paulo deixa isso claro: 1 Co 6.9-11.

Os discípulos de Jesus são desafiados a deixar os velhos costumes e adquirir a conduta do Reino de Deus: Lc 9.23, 57-62.

Ex. Zaqueu que era corrupto resolve devolver tudo em dobro.

O maior impacto que a Igreja pode produzir na sociedade vem do testemunho dos crentes que estão sendo sempre transformados: Jo 9.8-11.

II - A Libertação

“... as coisas antigas já passaram, eis que se fizeram novas...”

Libertação da pratica do pecado é sinal de vida com Jesus.

O pecado está presente na vida do cristão. Mas o pecado não é um “estilo de vida”: 1 Jo1.5-2.1.

A arma que nos dá libertação diária é a Palavra: Jo 8.32; Jo 17.17; Sl 119.9; Fp 2.15, 16.

A Palavra foi a arma de Jesus para livrá-lo da tentação: Lc 4.1-13.

III - A Missão

“... e nos deu o ministério da reconciliação... e nos confiou a palavra da reconciliação. De sorte que somos embaixadores em nome de Cristo...”

Compromisso com a missão – sinal de genuína vida com Jesus.

Os que receberam dele a reconciliação com o pai (v.8a) devem viver reconciliados com os que estão a sua volta.

Foi assim com a mulher samaritana: Jo 4.39-42.

Estar engajado na missão é conseqüência da vida com Jesus: At 2.20; 8.4; 11.19-21.