quarta-feira, 26 de agosto de 2009

Esquema de Culto das Crianças (II)

Rev. Juberto Oliveira da Rocha Júnior

I. Introdução

As crianças entram no templo cantando: “É Bom Ir a Casa de Deus” (CPSC n.º 16)

É bom para mim ir a casa de Deus

É bom pra você ir a casa de Deus

Sim vamos todos a casa de Deus

Quando tiverem terminado de cantar e entrar elas (as crianças) devem ficar no lugar onde ficam os dirigentes da liturgia na Igreja

II. Intercessão pelas crianças

O pastor[1] deve ler com a Igreja o seguinte texto:

“Levanta-te, clama de noite no princípio das vigias; derrama o teu coração como águas diante da presença do Senhor; levanta a ele as tuas mãos, pela vida de teus filhinhos, que desfalecem de fome à entrada de todas as ruas.” – (LM 2:19)

Depois da leitura o pastor deve pedir a igreja que interceda pelas crianças, deve conclamar a igreja para que a mesma abrace as crianças como motivo de oração e, por fim, deve pedir a um irmão que ore pelas crianças neste momento do culto.

III. Confissão

As crianças cantam “O Coração do menino e da menina” ( ou outro cântico que fale de mudança de vida ou confissão de pecados).

O coração do menino e da menina

Que tem Jesus é diferente

O coração do menino e da menina

Que tem Jesus é diferente

Não é triste, nem zangado, aborrecido ou assustado.

Mas é feliz e sorridente. Mas é feliz e sorridente

A 1ª criança diz:

-“Vamos agora ter uma oração de confissão que será feita pelo irmão _________________”.

IV. Louvor

As crianças cantam “Deus é Amor” (CPSC – n.º 39)

Louvem, louvem todas as Crianças ao Senhor, ao Senhor.

Louvem, louvem todas as crianças ao Senhor. Deus É Amor.

Amem, amem todas as Crianças ao Senhor, ao Senhor.

Amem, amem todas as crianças ao Senhor. Deus É Amor.

Obedeçam todas as Crianças ao Senhor, ao Senhor.

Obedeçam todas as crianças ao Senhor. Deus É Amor.

A 2ª criança diz:

-“Vamos louvar ao Senhor cantando os cânticos:

1. ____________________________________

2. ____________________________________

3. ____________________________________

V. Momento dos dízimos e ofertas

A 3ª criança diz:

-“Todos os que tem seus dízimos e ofertas poderão trazê-los a frente enquanto o conjuntinho da UCP canta”.

A 4ª criança diz:

-“Vamos consagrar os dízimos e as ofertas orando com o nosso irmão _______________”

A 5ª criança lê um poema

A Súplica da criança[2]

Por: Maime Gene Cole

Eu sou a criança.

O mundo inteiro espera a minha chegada.

A humanidade me espera com interesse

Para ver o que eu serei.

A civilização está em jogo,

Pois o que eu sou.

O mundo de amanhã será.

Eu sou a criança.

Cheguei ao mundo, sobre o qual nada sei,

Por que vim, não sei.

Estou curiosa, estou interessada.

Eu sou a criança.

Você segura em suas mãos o meu destino.

É você, em grande parte, quem determina

Se eu serei um sucesso ou um fracasso.

Dê-me, eu lhe rogo, aquelas coisas que constróem a felicidade;

Treine-me, eu lhe suplico,

Para que eu seja uma benção para o mundo.

A 6ª criança diz:

-“Vamos ouvir mais uma vez o conjuntinho da UCP”.

A 7ª Criança diz:

-“Vamos passar a palavra ao pastor que nos trará a mensagem”.



[1] Ou o responsável pelo trabalho das crianças

[2] _______”Dias Especiais – Programações variadas”, p. 175, APEC, 3ª ed. São Paulo, SP, 1997.