quinta-feira, 20 de agosto de 2009

A Disciplina da Submissão


“O cristão é o mais livre de todos os senhores, e não está sujeito a ninguém; o cristão é o mais submisso de todos os servos, e está sujeito a todo o mundo”. (Martinho Lutero).

Nada pode escravizar tanto as pessoas como a religião, e nada na religião tem feito mais para manipular e destruir as pessoas do que um ensino deficiente submissão.

Toda disciplina tem sua liberdade correspondente. Se me preparei na arte da retórica, estou livre para promover um comovente discurso. O propósito das Disciplinas é a liberdade. Nosso objetivo é a liberdade e não a Disciplina.

Disciplinas são um meio de apresentarmo-nos diante de Deus.

Liberdade Na Submissão

É a liberdade de render a terrível carga de sempre necessitar de fazer as coisas ao nosso próprio modo. Liberdade da obsessão; das escravidões da sociedade.

Na submissão ficamos livres para deixar de lado a questão – Nossa vida não se acaba se isso ou aquilo não acontecer.

Lutas e divisões na igreja ocorrem porque as pessoas têm dificuldade de se submeter umas as outras.

Muitas vezes dizemos que algo não nos importa, mas, na verdade, importa muito, sabemos disso e os outros também. Aqui se encaixa a Disciplina do silêncio. Em geral, o melhor modo de lidar com as questões de submissão é ficar calado.

Pedro ensina submissão dos escravos para com os senhores – 1Pe 2. 18 – não uma disciplina imposta, mas, um espírito submisso.

Na submissão estamos, afinal, livres para valorizar outras pessoas. Seus sonhos e planos tornam-se importantes para nós.

Você conhece o livramento que há em abrir mão dos seus direitos? Significa que você está livre da ira fervente e da amargura que sente quando a atitude de alguém não é a que você esperava.

Pedra de Toque

A Pedra de Toque é Mc 8. 34. O ensino de Jesus sobre a negação de si mesmo é a única coisa que geralmente traz auto-realização. A Autonegação é simplesmente uma forma de vir a entender que não temos de fazer nossa própria vontade. Não significa a perda de nossa identidade.

· Jesus não perdeu a identidade quando voltou o rosto para o Góugota;

· Pedro não perdeu a identidade quando se entregou Àquele que havia dito: “pois eu lhe mostrarei quanto lhe cumpre padecer pelo meu nome”.(At 9. 16).

Autonegação é uma coisa, desdenhar-se é outra.

· Desdenhar-se é se considerar sem valor mesmo que você tenha.

· Autonegação declara que somos de valor infinito e ainda nos mostra como percebe-lo – Mt 10. 39.

Submissão Renovadora Como Ensinada Por Jesus

O poder se descobre na submissão – Fp 2. 8. Cristo não só morreu uma morte de cruz, ele viveu uma vida de cruz e isso lhe rendeu glória – Fp 2. 9. A vida de cruz é a vida de servo livremente aceita.

Submissão Conforme Ensinada Nas Epístolas

Fp 2. 4-7; 1Pe 2. 21-23; Ef 5. 21 – submissão é uma postura obrigatória a todos os cristãos.

Limites Da Submissão

Os limites da Disciplina da Submissão estão nos pontos em que ela se torna destrutiva. Quando se torna negação da Lei e do Amor (Mt 5, 6, 7 e 23. 37-39).

Pedro nos manda ser submissos – 1Pe 2. 13, 14 – mas ele se opôs às autoridades quando foi preciso – At 4. 19,20 / At 5. 29.

Atos De Submissão


Esperar no Deus Trino e Uno – com paciência e expectação;

Sujeitar-se as Escrituras;

Sujeitar-se dentro da família – o lema da família devia ser Fp 2. 4;

Sujeitar-se ao próximo;

Sujeição à comunidade cristã;

Sujeitar-se ao doente e ao desprezado;

Sujeitar-se ao mundo.