sábado, 22 de novembro de 2008

ESPERANÇA

Colossenses 1:1-6; 1
“Sempre agradecemos a Deus... pois temos ouvido falar da fé... e do amor que têm... por causa da esperança..”. (Colossenses 1:3-5)
Não é a experiência de esperança, mas o objeto da esperança que está guardado para nós no céu - e isto exalta a fé e o amor.
Paulo fala sobre "a esperança da glória", que significa a revelação final da nossa salvação, quando “a justiça e a paz se beijarão.” (Colossenses 1: 27; Salmo 85: 10). A escritora e professora Debra Rienstra chama a isto de “uma existência tão saturada de alegria que todas as coisas ruins deste mundo parecem insignificantes."
Esta grande esperança não significa que ignoramos a vida presente. Pelo contrário, esta esperança nos encoraja a amar. Numa mensagem sobre a carta de João, o autor John Piper afirmou: "Apenas uma coisa satisfaz o coração que tem seus tesouros no céu - fazer os trabalhos do céu. E o céu é um mundo de amor." Piper continua: “Não são as cordas do céu que amarram as mãos do amor. É o amor pelo dinheiro, lazer e conforto que o fazem, e o poder para desatar essas amarras é a esperança cristã."
Viver na certeza da esperança da glória nos livra da ganância, da amargura, do desespero, da preguiça, da impaciência, da inveja e tudo mais. Ser cativado por esse futuro de que Paulo fala no evangelho, nos dá poder para vivermos na fé e no amor.
Ore:
Senhor Jesus, tu foste preparar um lugar para nós. Prepara-nos agora para aquele lugar. Na maravilhosa esperança da glória, dá-nos o poder de viver pela fé e pelo amor a cada dia. Amém.
Pense:
O amor de Cristo em nós desata as amarras do amor ao dinheiro, lazer e conforto. Que amor desejamos?


http://www.lpc.org.br