segunda-feira, 24 de novembro de 2008

Reflexão

Seu filho voltou da escola
Tristonho porque tudo ia mal,
Dizia não merecer nem a bola
Que havia ganhado no Natal:
Português – um
Matemática – dois
Ciências – três
Um, dois, três
E não era a primeira vez.
Você o deixou de castigo
Depois de uns tapas na traseira,
Você se dizia seu amigo
E o acusou a semana inteira:
Estudos sociais – um
Matemática – dois
Português – três
E não era a primeira vez.
E se Deus também desse notas
Pra você e pra mim
Se Ele de repente viesse lhe mostrar
Seu verdadeiro boletim:
Disponibilidade – zero
Atenção – zero
Paciência – zero
Não, eu não quero lhe afirmar em tempos de vingança
Quem sou eu pra falar dos seus erros?
Mas, talvez as notas baixas da criança
Sejam reflexos dos seus ZEROS diante de DEUS.