segunda-feira, 24 de novembro de 2008

OS DESVIOS SEXUAIS

OS DESVIOS SEXUAIS

1Co 6. 12-20

Leitura Diária
S- O Pecado Sexual de Sodoma – Gn 19. 1-22
T- Os absolutos de Deus – Lv 18. 1-30
Q- A História de Gibeá – Jz 19 e 20
Q- A Idolatria e Suas Conseqüências – Rm 1. 18-32
S- O Conceito Divino de Injustiça – 1Co 6. 9-10
S- A Finalidade da Lei – 1Tm 1. 8-11
D- A Sexualidade Segundo Jesus – Mt 19. 1-12

“Criou Deus, pois, o homem à Sua imagem, A imagem de Deus o criou; homem e mulher os criou” - Gn 1. 27

Deus não criou macho e macho ou fêmea e fêmea. Deus criou macho e fêmea (Diferentes mas não um superior ao outro. Macho e fêmea se completam.) aptos para tornarem-se “uma só carne”.

Após a entrada do pecado no mundo e a corrupção a dinâmica do relacionamento sexual perverteu-se. Muitos são os desvios sexuais conhecidos – Bestislismo, necrofilia, prostituição, pedofilia, ... – porém aqui trataremos o homossexualismo.


1.Homossexualismo Conceito e Classificação
O homossexualismo é a prática sexual entre pessoas do mesmo sexo. Para o homossexualismo feminino normalmente se usa o termo lesbianismo.
Após estudos exaustivos a respeito do assunto o cientista Kinsey apresenta a seguinte classificação:
0.hétero sexual exclusivo
1.Incidentemente homossexual
2.Mais do que incidentemente homossexual
3.Igualmente hétero e homossexual - bissexual
4.Mais do que incidentemente heterossexual
5.Incidentemente heterossexual
6.Homossexual exclusivo
7.Indiferente sexualmente


2.Perspectiva Biológica do Homossexualismo
O comportamento homossexual é aprendido e não constitucionalmente determinado por uma aberração genética como alguns cientistas quiseram crer por um tempo.


3.Perspectiva Psicológica do Homossexualismo
Até Sigmund Freud, pai da psicanálise, acreditava-se que o comportamento  homossexual fosse determinado por hereditariedade. Freud concluiu que o comportamento homossexual é fruto, principalmente do meio e não de herança genética. A influência dos pais nos primeiros anos de vida da criança determina, em grande medida, segundo Freud, seu comportamento sexual futuro. O homossexualismo seria um desvio da sexualidade normal em função de um relacionamento alterado da criança com sua família, inicialmente , e com a sociedade, posteriormente.


4.Perspectiva Sociológica do Homossexualismo
A sociologia parte do pressuposto de que o ser humano, diferentemente dos animais, tem seu comportamento mais determinado pelo aprendizado do que pelas forças instintivas. Assim, o comportamento sexual seria resultado das forças de socialização que operam no indivíduo em seus primeiros anos de vida. O homossexualismo e o heterossexualismo seriam igualmente válidos do ponto de vista social, já que é a própria sociedade que fornece os mecanismos que levam ao seu desenvolvimento.


5.Perspectiva Bíblica do Homossexualismo
A Bíblia fala-nos bastante a respeito de questões sexuais, tanto no Velho como no Novo Testamento. O modo natural como os problemas são abordados e o linguajar objetivo e realista ainda chocam os ouvidos mais conservadores.
Sem ser um compendio de sexologia, a Bíblia trata de sexualidade como algo naturalmente presente na vida humana, com suas características boas e positivas ao lado de suas características negativas.
O homossexualismo é focalizado implícita e explicitamente em alguns textos.
*Em Sodoma houve tentativa de violência sexual contra os anjos e contra Ló – Gn 19
*”Com homem não te deitarás, como se fosse mulher; é abominação” – Lv 18. 22 e Lv 20.13
*O afastamento de Deus, a idolatria, etc. conduzem o homem a perversão – Rm 1. 24-28
*1Co 6. 9-10 – Exortação a santidade
*1Tm 1. 8-11
Até onde a Luz da Palavra nos ilumina neste momento, podemos e devemos condenar o homossexualismo. O homossexual, contudo, não é um pecador especial, devendo do mesmo modo que qualquer outro, ser alcançado pelo evangelho que salva, também, do homossexualismo.