sábado, 22 de novembro de 2008

CONVIDAR SEMPRE

Um pastor, aconselhando sua igreja a convidar, contou a seguinte ilustração:
Havia em certa igreja um crente muito dedicado à evangelização pessoal. Evangelizava, entregava folhetos, convidava, convidava, e insistia. Chegava a ser cansativo em sua insistência.
Próximo de sua casa, havia uma pequena alfaiataria. O atelier ficava num jirau, que se alcançava por uma escada de madeira. Ali o alfaiate pedalava a sua máquina o dia in¬teiro. O crente entrou pela centésima vez porta a dentro e puxou conversa, renovou o convite para o culto da igreja naquele dia. O alfaiate que não estava bem-humorado, su¬bitamente empurrou o crente escada abaixo dizendo:
- Desapareça daqui seu fanático!
O crente se levantou, ajeitou a roupa, olhou para cima e disse:
- Está bem, eu desapareço, mas o senhor vai à igreja hoje. Não vai?
"Que pregues a palavra a tempo e fora de tempo" (2 Tm 4.1).