sexta-feira, 31 de dezembro de 2010

Orando os 6 “D’s”



Jon Bloom
Há alguns anos escrevi sobre os 5 “D’s” pelos quais oro diariamente. Recentemente, adicionei um sexto: desespero. Preciso sentir continuamente minha necessidade desesperada por Deus.
Custe o que custar, Senhor, dai-me…
Deleite em ti como o maior tesouro do meu coração.
“Deleita-te também no SENHOR, e ele te concederá o que deseja o teu coração”. (Salmo 37.4, ARC).
Desejo de te conhecer, estar contigo, e buscar o teu reino acima de tudo o mais.
“Agrada-te do SENHOR, e ele satisfará os desejos do teu coração”. (Salmo 37.4, ARA).
Discernimento que vem de uma mente renovada, para que eu possa conhecer a tua vontade.
!Mas o alimento sólido é para os adultos, para aqueles que, pela prática, têm as suas faculdades exercitadas para discernir não somente o bem, mas também o mal”. (Hebreus 5.14).
Desejo, pois quando deixo de sentir a minha necessidade de ti, eu tendo a perambular.
“Antes de ser afligido, andava errado, mas agora guardo a tua palavra. (Salmo” 119.67).
Disciplina para planejar aquilo que discirno ser a sua vontade.
“Portanto, vede prudentemente como andais, não como néscios, e sim como sábios, remindo o tempo, porque os dias são maus”. (Efésios 5.15-16).
Diligência para cumprir a tua vontade de todo o meu coração.
“Amarás, pois, o SENHOR, teu Deus, de todo o teu coração, de toda a tua alma e de toda a tua força”. (Deuteronômio 6.5).