sexta-feira, 29 de abril de 2011

UM PERMANENTE CÂNTICO NOS LÁBIOS



"Eis que Deus é a minha salvação; eu confiarei e não temerei porque o Senhor, sim o Senhor é a minha força e o meu cântico; e se tornou a minha salvação". (Isaías 12:2).
Quando um viajante, nos primórdios do Oeste, veio para o Mississipi, descobriu que não existia nenhuma ponte. Felizmente era inverno e o grande rio estava coberto com uma camada de gelo. Mas o viajante ficou com medo de atravessar porque não sabia a espessura do gelo na superfície e nem se seria suficiente para suportar seu peso.
Tendo que atravessar, mas ainda muito receoso, ele começou a rastejar lentamente e assim foi em frente. Quando já havia alcançado a metade da distância a ser percorrida, ele ouviu alguém cantando atrás dele. Com muito cuidado ele girou seu corpo para ver de onde vinha a música. Avistou, ainda longe, outro viajante que conduzia uma carroça com uma carga de carvão, puxada por quatro cavalos, sobre o gelo. Vinha cantando alegre e despreocupadamente.
Quantas vezes nos vemos apavorados diante de situações que parecem tirar a nossa paz e impedir que avancemos rumo ao alvo de nossas conquistas.
Sentimos que estamos próximos, chegamos mesmo a avistar aquilo que almejamos, mas o pequeno caminho ainda a percorrer nos parece inexpugnável. O desejo de prosseguir é grande, mas o medo do fracasso nos prega ao chão e não nos deixa avançar. Quando não conhecemos o caminho, receamos andar nele. Quando não conhecemos o Senhor, não confiamos em sua provisão e proteção.
Quando conhecemos tanto o caminho quanto o Senhor, ultrapassamos os obstáculos, antes temidos, com fé e alegria. E um canto de louvor se mostra presente permanentemente em nossos lábios. Nas jornadas em direção aos nossos sonhos, levemos conosco o Amigo de todas as horas e de todas as circunstâncias. Com Jesus no coração, caminharemos tranquilos e os receios se colocarão bem distantes de nós. Se a felicidade lhe parece difícil de alcançar, busque-a com fé e com um cântico antecipado de vitória.