sábado, 17 de novembro de 2012

Comunicado da APMT Sobre Missionários Presos no Senegal


Comunicado – 01/2012


Agradecemos o apoio e as orações em favor do missionário da APMT Reverendo José Dílson e da irmã Zeneide Novais, missionária da Missão Servos, detidos no Senegal no dia 6 de novembro passado. 
O projeto desenvolvido pelos irmãos da IPB consiste em receber crianças abandonadas, que vivem nas ruas de Dakar, capital do Senegal, dar-lhes educação, ressocialização, orientação profissional, atendimento à saúde, alimentação e moradia digna.
A APMT/IPB (como denominação) tem tomado todas as providências cabíveis para dar o suporte necessário neste momento muito delicado que nossos irmãos estão passando, incluindo assistência médica, jurídica e refeições diárias. 
A APMT protocolou documentos no Itamaraty; 1. Contratou 2 advogados para atuar no processo; 2. Está prestando apoio diário, in loco. 3. Contatou, informou e solicitou providências à Embaixada Brasileira no Senegal, ao Ministério das Relações Exteriores, à Câmara dos Deputados e ao Senado Federal. O Presidente da República do Senegal, Sr. Macky Sall, está ciente de nossas preocupações, tendo recebido ligação, no início desta semana, do Ministro das Relações Exteriores do Brasil, Antônio Patriota.
As autoridades brasileiras têm sido atuantes e presentes, demonstrando todo o interesse ao caso e envidando esforços para solucionar o problema, não apenas através de palavras, mas com ações práticas.
Neste momento sensível, contamos com a constante oração de todos. Essa causa, que em primeiro lugar pertence a Deus, também é de toda a Igreja Presbiteriana do Brasil e de toda a comunidade cristã brasileira. 
Entendemos o desejo geral de acompanhar cada passo que está sendo dado, mas contamos com a compressão e a confiança em Deus e nas autoridades competentes que estão cuidando de todos os detalhes.
Pedimos que orem:
- Para que o Espírito Santo esteja consolando e fortalecendo os irmãos Pr. José Dilson e irmã Zeneide;
- Pela Graça de Deus para este momento difícil para os familiares de ambos;
- Pelos advogados de Defesa - que o Supremo Advogado os dirija a um favorável encaminhamento do processo.
Assim que tivermos novas definições oficiais, faremos novos pronunciamentos.
Em nome daquele que nos chamou para servir,

Rev. Marcos Agripino C. de Mesquita
Executivo da APMT