sábado, 5 de outubro de 2013

DISCIPLINAS ESPIRITUAIS - ADORAÇÃO

"No entanto, está chegando a hora, e de fato já chegou, em que os verdadeiros adoradores adorarão ao Pai em Espírito e em Verdade. São estes os adoradores que o Pai procura." (João 4:23)
Não encontrei nenhum versículo na Bíblia que fale que Deus procura adoração. Nenhum. Encontrei alguns que falam que Ele recebe adoração, mas não que Ele "procura". Mas este versículo diz que Ele procura adoradores. Adoração não, adoradores sim.
Uma disciplina é tudo que fazemos repetidamente, da mesma forma. Uma disciplina espiritual essencial para nossa vida é a adoração, genuína, sincera, íntima, espontânea. Precisamos quebrar o paradigma de que adorar é cantar. Adorar é reconhecer e elogiar a essência de Deus, do Seu Ser, de Seu Caráter, aquilo que Ele é.
Minhas palavras precisam expressar que eu reconheço o quanto Deus é Santo, Maravilhoso, Poderoso, Excelso, Soberano... Minhas atitudes precisam ser compatíveis com isso, igualmente expressando o que penso e sinto a respeito Dele. Pensa comigo meu irmão: se você trata com frieza e indiferença sua namorada, noiva, esposa - dançou! É questão de tempo e vai ficar sozinho. O que precisamos aprender com isso é que as pessoas que amamos precisam ser tratadas como pessoas que amamos.
Com o nosso grande Deus não é diferente. Se nós não nos disciplinamos para dizer (e não apenas com palavras) o quanto amamos o que Ele é, realmente não compreendemos de fato o que significa amá-lo. O grande desafio, aliás, nem são as palavras mas as atitudes. Como posso dizer que amo a Deus sem usar palavras?
As formas de adoração prática que eu consigo elencar aqui sem muito esforço são sempre as mesmas: obediência, foco na missão, amor pelos perdidos, santidade, testemunho público irrepreensível, cuidado e serviço para com os demais...
Nada impede que tenhamos uma vida de adoração, a não ser a nossa própria comodidade, preguiça e conforto. Tenho aprendido que estes são os verdadeiros inimigos do amor e portanto da adoração.
"Senhor, não me permita perder o foco na disciplina da adoração - quero Te adorar continuamente e disciplinadamente."

(Mário Fernandez)