quinta-feira, 17 de junho de 2010

Venho, por meio deste, comunicar a realização da Sétima edição do Movimento Eu Quero É Deus – Evento Solidário-Jovem-Cultural de Música. Este evento será grande e já se tornou marco dos eventos de Nova Era. O Eu Quero É Deus realizar-se-á em 07 de agosto de 2010.


Vimos à necessidade de mostrar a nossa população que há uma saída melhor que drogas e violência: O Nosso Senhor Jesus e Sua Palavra. Este é também um movimento solidário com recolhimento de donativos (alimentos). Todas as doações serão revertidas a instituições sociais reconhecidas na cidade (a exemplo do que aconteceu anteriormente).

Este ano o tema do evento é: “Em Jesus Somos Invictos” (Rm 8. 37) – Queremos fazer as pessoas refletirem sobre as vitórias mais importantes de nossas vidas, que só são alcançadas em Jesus.

A Questão do Evento:

Para realizar esse grande ajuntamento teremos bandas de Rock, grupos de dança e coreografia, muito som e uma proposta de show mesmo – receita que tem sido um sucesso desde a primeira edição.

A Divulgação:

Divulgaremos o evento das seguintes formas: Cartazes, panfletos, rádio, internet (http://euqueroedeus.multiply.com/), carros de som; camisetas e todos os meios que pudermos usar.

A Questão da Solidariedade:

Será montado um posto de coleta de donativos (alimentos não perecíveis). As pessoas serão desafiadas a levar seus donativos ao evento (isso estará em toda a divulgação). Toda a arrecadação será doada a instituições filantrópicas da cidade (APAE, Asilo São José, Creches, SOS, escolas...).

A Estrutura:

O evento acontecerá em uma grande praça pública da cidade. Toda uma estrutura será montada para abrigar o evento: Palco, som, luz, projetor multimídia, barracas, posto de coleta de donativos...

Data:

07 de agosto de 2010.

Inicio:

19 h।


Local:

Praça Juquinha Lima (Morro do Pau D’Óleo).

A Programação:

Muito som; dança e a utilização de multimídia.

A Unidade:

O evento está sob nossa condenação, contudo, todas as Igrejas evangélicas dão apoio (foi assim nos anos anteriores e está caminhando para ser assim este ano, graças a Deus!). É uma festa pública. Não é uma festa exclusiva dos evangélicos. Nas edições anteriores contamos com a presença de pessoas de várias denominações, credos, posturas políticas... Todos unidos em prol da Paz e solidariedade.