terça-feira, 30 de março de 2010

“Renovando e fortalecendo a Aliança”.

Esse é o tema que trabalharemos este ano. Este é o desafio para nossas vidas.
Muitos crentes já não honram mais as promessas que fizeram ao Senhor; Já não se lembram mais dos compromissos do batismo e da profissão de fé. Muitos pais crentes já se esqueceram do que se comprometeram a fazer por seus filhos no batismo. Muitos crentes estão esfriando gradualmente e deixando de congregar e há muitos que veem a Igreja e nunca fizeram uma aliança verdadeira com o Senhor. Todos esses precisam renovar a aliança. É hora de refazer os compromissos e honrá-los.
Há também muitos crentes fiéis que sonham com mais intimidade com o Pai. Esses devem fortalecer a aliança com o Pai. É saudável e natural que os crentes queiram mais do Senhor. É maravilhoso que um servo fiel tenha sede da presença de seu Amado Senhor. Fortalecer a aliança é fundamental.
Mais como renovar e fortalecer a aliança?
Entenda que aliança depende de acordo e compromisso de ambas as partes. Deus nunca quebra a sua parte. Nós, entretanto rompemos muito nossos compromissos. Como experimentar o renovo do Senhor Jesus?
1º. Pode ser que você tenha se acostumado com a casa de Deus e nunca tenha tido um encontro real com Jesus. Se for esse o caso, arrependa-se! Creia! Clame! Ore desesperadamente pela misericórdia do Senhor! Entregue se a Ele! Um homem não pode ser medíocre dentro da Igreja. Deus nos chama sendo nós um monte de nada, porém, se somos salvos Ele não pode conceber salvos medíocres. Creia no Senhor Jesus, submeta-se a vontade DELE e seja salvo.
2º. Você pode estar lendo isso agora e começa a se lembrar de compromissos que nem fazia mais ideia de que fizera. A tendência do homem é abafar os compromissos com os quais está faltoso. Não permita tal coisa! Deixe o Santo Espírito te fazer lembrar cada compromisso, chore por eles, peça perdão e retorne para seus compromissos, decisões, acordos e, o mais importante, retorne ao primeiro amor.
3º. Você pode estar angustiado por desejar maior intimidade e maior compromisso. Você pode estar possuído por uma sede enorme de mais presença do Pai. Sendo esse o caso: Ore, jejue, busque o favor de Deus. Deus gosta dessa atitude e desse desejo pela presença DELE. Ele te ouvirá e atenderá.
E como nós, como Igreja, podemos caminhar dentro dessa proposta e amadurecê-la? Como podemos atingir tão elevado propósito?
1º, Orando uns com os outros e pelos outros;
2º. Buscando ser exemplo para os irmãos e amigos;
3º. Vindo sempre a Igreja para participar de todos os trabalhos. Não deixe Satanás encher seu coração com a ideia de que um trabalho da Igreja é mais importante e melhor que o outro. Reuniões de oração, cultos, estudos, escolas dominicais... todos são igualmente importantes. Nada de “eu gosto mais e desse trabalho”. Isso é o começo da negligencia;
4º. Jejue e aceite os desafios que sua Igreja tem pra você;
5º. Procure aprender as profundas doutrinas da Palavra. Leia a Bíblia todos os dias. Pratique o culto doméstico. Participe dos estudos Bíblicos. Frequente a escola dominical. Estudo sua lição da escola dominical durante a semana. Ouça a orientação de seu pastor e entenda que a palavra de um pastor não é a mais pura verdade só por que ele está na televisão.
6º. Contribua com a sua Igreja local. Invista na sua Igreja local, pois é ela quem investe em você. É a sua Igreja local que está perto de você. Para o “apóstolo” da TV você é desconhecido doador, você é só ofertas;
7º. Trabalhe para sua Igreja e, claro, para a obra do Reino. Muitos são preguiçosos na Igreja. Há quem não faça nada por só querer fazer coisas “grandes”. Você só vai descobrir e desenvolver seus dons trabalhando. Onde? Em qualquer coisa na Obra. Gradualmente o Senhor te levará para onde ELE quer te usar.
8º. Convide as pessoas para virem a Igreja. Não espere uma data especial. Todos os dias são especiais e propícios para a salvação. Convide! Convide todos! E conte as pessoas das maravilhas que Deus faz.
9º. Seja hospitaleiro. Abrace o visitante. Converse com todos. Seja simpático. Hospede em sua casa. Ajude no que for preciso. Mostre interesse para com as outras pessoas. Ore com quem precisa. Convide as pessoas para almoçar. Seja amigo de todos.
10º. Seja prestativo. Crentes não são espectadores na Igreja, crentes são trabalhadores do Reino;
11º. Respeite as autoridades da sua Igreja (Você prometeu que faria isso. Lembra?);
12º. Nunca fale das pessoas. Fale com as pessoas e abençoe-as em oração;
13º. Se vier a igreja participe de tudo. Não ande durante os cultos. Não transite na ora da oração. Não fique trafegando na hora da leitura bíblica. Não fique tagarelando enquanto os trabalhos estão acontecendo. Procure os primeiros bancos e não fique lá no fundo. Não fique do lado de fora da Igreja.
14º. Não troque a casa do Senhor por diversão fútil e vazia. Uma novela, filme, futebol, etc., nunca vão te edificar tanto quanto os trabalhos do Senhor.
Ainda há muito mais que eu poderia escrever. Por ora basta. Pratique isso que você está lendo agora e você se agigantará na fé.
Alguém pode dizer: ”Não podemos ser crentes de padrão elevado por causa dos nossos dias. Nossa sociedade é má e corrupta”. Os dias sempre foram corruptos desde a queda. Nos tempos de Jeremias os dias eram muito terríveis e, ainda assim, Deus fez uma promessa maravilhosa a seu povo:
“Farei com eles aliança eterna, segundo a qual não deixarei de lhes fazer o bem; e porei o meu temor no seu coração, para que nunca se apartem de mim”. (Jeremias 32. 40).
Creia nas promessas do Pai, pois elas são irrevogáveis. Cumpra as suas promessas, pois o cumprimento dela conta muito pra eternidade.

Rev. Juberto Oliveira da Rocha Júnior.
Nova Era (MG), 30 de janeiro de 2010.