sexta-feira, 20 de fevereiro de 2009

A MAIOR DÁDIVA

Um missionário na índia, depois do culto, pediu a to¬dos os seus congregados que contribuíssem com alguma coisa para a construção de um templo. Na reunião seguin¬te, cada um trouxe uma coisa: pedras, madeiras, pregos, etc Uma velha senhora de cor negra veio "à frente e, reve¬rentemente, depositou a sua oferta em dinheiro. Era uma oferta de grande valor. O missionário estranhou que ela. pobre, sem posses, depositasse ali uma oferta tão generosa.
Procurou-a depois do culto e perguntou como tinha conse¬guido tanto dinheiro. Então ela respondeu:
- Ah! pastor... eu não tinha nada para dar; não tinha nada para vender... vendi-me a mim mesma! Agora sou es¬crava, mas o meu coração continua livre para adorar o Se¬nhor.
"E [Jesus], chamando os seus discípulos, disse-lhes: Em verdade vos digo que esta pobre viúva deitou mais do que todos os que deitaram na arca do tesouro; porque todos ali deitaram do que lhes sobejava, mas esta, de sua pobre¬za, deitou tudo o que tinha, todo o seu sustento" (Mc 12.43,44).


Textos extraídos do livro Ilustrações Selecionadas, Alcides Conejeiro Peres, CPAD, 1985, Rio de Janeiro, RJ.